Num olhar clínico sobre a sociedade, é possível concluir que a produção ar­tístico-cultural está intrinsecamente associada à prática e ao modo de vida que é resultado das crenças e relações sociais en­tre os seres humanos (e não só). Conteúdos culturais são produzidos a todo o momento nas diversas formas, sejam elas individuais ou colectivas e acabam por ser o reflexo e leitura que um determinado grupo faz da sua gera­ção.

A nossa geração artística é, inúmeras vezes, confrontada e em tons desafiadores por parte de uma outra geração (os nossos kotas) que aqui galgou, que ousou sonhar, e que tornou possível a materialização dos seus sonhos e que por meio das ferramentas disponíveis de­ram asas as suas utopias. Não se trata aqui de estabelecer qualquer confronto de gerações, porém reconhecemos que a geração do ou­trora – em nada ultrapassada (e sempre ac­tual) – é para nós um modelo de inspiração de que muito podemos fazer quando há um vislumbre claro do que se pretende.

Desta forma percebemos que as temáti­cas ligadas à produção artístico-cultural feita pelos jovens não é um tema passível de limi­tações, pelo contrário, ela abarca discussões que abrem portas para outras dimensões que devem ser exploradas, discutidas e experi­mentadas em suas múltiplas possibilidades. Hoje buscamos cimentar a nossa visão ar­tística, olhando para o testemunho e trilhos deixados por várias gerações que nos antece­deram e que com letras de ouro grafaram os seus nomes no panorama cultural nacional.

O que procuramos é fazer uma leitura do passado para compreender o futuro. Reco­nhecemos que somos uma geração privilegia­da, pois sempre podemos, em algum momen­to, olhar para história e aprender. Aprender com resultados e com os erros. Somos essa geração que fervilha de idéias, críticas e so­nhos que são construídos dia após dia. É desses sonhos que hoje brota a revista PALA­VRA&ARTE.

Compreendemos que temos hoje, na inter­net (redes sociais), uma poderosa ferramen­ta para congregar num único espaço toda e qualquer produção artístico-cultural feita por jovens angolanos em diversas partes do mundo. Pretendemos, assim, ser um espaço de divulgação e promoção de todas as ma­nifestações artísticas de jovens que buscam na arte uma forma de expressão. Claro que a compreensão da arte passa pelo sentido de beleza, do estético, do que é artístico, do que é poético ou lúdico, do que é prazeroso, das manifestações que são também um olhar crí­tico e real da sociedade com que nos conec­tamos.

A revista PALAVRA&ARTE surge ainda com intuito de ajudar a cobrir a demanda existente de espaços culturais (revistas, jornais, blogs…) para divulgação e promoção de novos artistas e ser capaz de abordar de forma sucinta te­mas do nosso raio de actuação, contribuindo, dessa forma, na emancipação cultural. Ela é também para a equipa de jovens por trás des­se trabalho a real prova de que só os círculos são eternos e de que as utopias nunca mor­rem, apenas transformam-se.

Sejam bem-vindos!

Foto de Adilson Leão | https://www.facebook.com/Ady.Leao