No sentido amplo da palavra, identidade está relacionada a uma ou a demais características que uma pessoa, grupo ou entidade possui. Ela pode ser adquirida ou construída à medida que esse for descobrindo o seu lugar na sociedade.

A suma função da identidade passa por diferenciar um ser do outro. Sem ela, haveria um profundo desconhecimento de quem é quem. Nos meios artísticos, nos órgãos de difusão massiva e nas esferas sociais, tem surgido um modismo sensacionalista, em que muitos preferem a visibilidade baseada na mediocridade à sua identidade artística ou social. É sabido que os modismos tendem a metamorfasear a identidade bem como a leitura que se pode fazer dela.

Para nós, Palavra&Arte, as influências constantes do meio não modificam o nosso ser e nem a forma de como nos propusemos em abordar a produção artístico-cultural angolana.  A nossa identidade é visível à cada edição online bem como nos artigos publicados no nosso site.

As nossas publicações abrangem várias áreas culturais e apostam no incomum, ou seja, retratamos as questões de fórum cultural sem o sensacionalismo frenético dos nossos dias.  Aqui os agentes culturais, conceituados e emergentes, encontram um espaço para afirmação da sua arte; há, de nossa parte, um exímio cuidado com os artigos que disponibilizamos ao público, sendo que a leitura dos mesmos é proporcionada de forma gráfica atractiva para que o leitor possa entender as distintas formas de artes e seus estilos artísticos.  É com tais preceitos que a nossa revista espelha uma imagem crítica à sociedade através das manifestações culturais.

A nossa identidade passa por proporcionar essa aproximação da arte com os nossos leitores. Somos esse espaço onde cultores e leitores interagem e se identificam por esse olhar diferente sobre a forma de fazer cultura.